Buscar
  • Diretoria de Comunicação

Câmara de Nepomuceno investe em energia fotovoltaica e gera economia nos gastos


A Câmara Municipal de Nepomuceno desde o mês de fevereiro, passou a contar com a geração de energia fotovoltaica. Os benefícios desse tipo de energia são muitos, mas a que mais chama atenção é a economia na conta de energia. Isso porque a eletricidade consumida não vem mais da rede de distribuição e, sim, dos painéis fotovoltaicos instalados.

A ação, voltada para práticas sustentáveis, resulta na preservação do meio ambiente, na sustentabilidade e na economia do dinheiro público. O sistema permite que se use a luz solar para gerar sua própria energia elétrica, diminuindo o consumo da energia oriunda da rede.

O investimento gera energia limpa sem custos e se paga a partir da própria economia na conta de luz.

A ideia partiu de um requerimento feito pela vereadora Mariana Dessimoni Dias, que juntamente aos demais vereadores, aprovaram a ação dentro da Casa Legislativa. A partir daí, foi elaborado um projeto para a instalação da usina fotovoltaica, o qual foi aprovado pelo Presidente da Câmara e pela Mesa Diretora.

De acordo com o Presidente da Câmara, Vereador Thuler Spuri, esse tipo de atitude deveria ser tomada em todas os setores de órgãos públicos. “Muitas entidades já estão trabalhando com a energia fotovoltaica. A Câmara quis economizar e claro pensar na preservação ambiental. Não adianta só falar sobre o assunto, é preciso dar exemplo com ações como essa. Quem sabe outros órgãos públicos também comecem a utilizar a energia fotovoltaica”.

O Diretor de Tesouraria e Financeiro da Câmara de Nepomuceno, João Marcelo Hipólito de Souza, ressaltou a importância da instalação da energia fotovoltaica: “Hoje a Câmara é autossustentável, gerando energia solar, suficiente para o consumo mensal, tanto para o período de maior captação solar, quanto para os períodos do ano onde a geração é menor. Com o investimento realizado pela Câmara e a contrapartida da economia de energia consumida da rede da concessionária, o investimento será pago em um período de até 3 anos”.

Com a instalação da usina na Casa Legislativa, a Câmara se torna o primeiro órgão público do município de Nepomuceno autossustentável em energia.